Super fã indiano morre ‘deprimido’ depois de saber que Donald Trump pegou COVID

ANÚNCIO

A mídia indiana divulgou na quarta-feira a morte de Bussa Krishna, um fervoroso fã do presidente dos EUA, Donald Trump, que ficou arrasado com a notícia de que o presidente contraiu o coronavírus de Wuhan.

Devoto superfã de trump
Foto: Reprodução/internet

Krishna, 35, morava no estado de Telangana, no sul da Índia. Ele elevou sua admiração por Trump ao próximo nível, construindo um santuário para o presidente americano em seu quintal e orando no santuário todas as manhãs.

ANÚNCIO

O santuário apresenta uma estátua em tamanho real de Trump sorrindo e levantando o polegar, ladeada por bandeiras indianas e americanas e fotos do presidente e da primeira-dama Melania Trump ao lado do presidente indiano Narendra Modi.

Krishna disse que sua devoção começou depois que Trump apareceu para ele em um sonho e previu corretamente que a Índia derrotaria o Paquistão em uma partida de críquete.

Ele disse a amigos que sua admiração pelo presidente americano foi reforçada por seus “modos diretos e discurso contundente”.

ANÚNCIO

No início, todos na família pensaram que ele estava mentalmente perturbado, mas ele continuou e todos finalmente mudaram de ideia”, observou o primo de Krisha.

Krishna ficou com o coração partido ao saber que Trump e sua família foram diagnosticados com coronavírus chinês no início de outubro.

Estou muito triste porque meu deus, Trump, contraiu o coronavírus. Peço a todos que orem por sua rápida recuperação”, disse ele em prantos em um vídeo no Facebook.

Krishna jejuou por quatro dias enquanto orava pela recuperação de Trump e amigos disseram que ele não estava dormindo bem. 

Ele começou a adorar mais como, não para uma ou duas horas, mas para três e quatro horas e ele está morrendo de fome, ele está em jejum, morrendo de fome, o jejum e ele está chorando continuamente”, seu primo disse .

Krishna teria desmaiado e morrido de parada cardíaca depois de se levantar na manhã de domingo, tomar banho e tomar uma xícara de chá.

Sua família disse que ele parecia estar com boa saúde, embora se perguntassem se seu jejum e depressão poderiam ter contribuído para seu problema cardíaco.

Os vizinhos de Krishna ficaram tristes com sua morte, saudando-o pela fama que ele trouxe para sua aldeia.

Fique por dentro: Trump ‘imaginou’ que poderia pegar COVID-19

Normalmente, vemos pessoas construindo templos para seus deuses. Algumas pessoas se tornam seguidores fervorosos de líderes regionais e nacionais. Pela primeira vez, alguém construiu um templo para um líder internacional como Trump.”

“Krishna deixou-nos todos orgulhosos e todos esperávamos que seu sonho de conhecer Trump se tornasse realidade algum dia”, disse o líder da aldeia Venkat Goud ao Indian Express na segunda-feira.

Por mais que estejamos tristes por ele ter morrido sem conhecer Trump nem uma vez, esperamos que, pelo menos, a notícia de sua morte chegue a Trump agora”, acrescentou Goud.

Traduzido e adaptado por equipe Folha BR
Fontes: Newsweek

ANÚNCIO