Pagamento por aproximação pode levar ao fim do cartão de crédito

Método de pagamento é seguro e prático, mas poucas pessoas conhecem.

ANÚNCIO

A tecnologia está sempre se renovando e fazendo parte da sociedade. Se, há pouco tempo, o cartão de crédito causava revolução na economia mundial, agora, o pagamento por meio de aproximação é a nova promessa.

Pagamento por aproximação pode levar ao fim do cartão de crédito
Foto: (reprodução/internet)

De acordo com especialistas, o novo método de pagamento é promissor, tem chances de recuperar as vendas no comércio e trazer mais segurança aos usuários.

Apesar das especulações sobre compras via aproximação, esse é um dos meios mais seguros para realizar compras, isso ocorre porque cada vez que uma nova transação é realizada um novo código criptografado é gerado, somente podendo ser utilizado uma única vez.

Como funciona

Conforme Ailtom Nascimento, o vice presidente da companhia especializada em segurança e tecnologia da informação Stefanini, “Quando você usa a proximidade, o chip não foi eliminado do processo, mas a tecnologia de transmissão de dados é um pouco diferente. Essa transmissão é cifrada, com chaves que precisam ser combinadas de ponta a ponta. É muito mais seguro do que colocar o chip na maquininha”.

Para Ailtom e outros especialistas a tecnologia de aproximação é uma promessa para eliminar, de vez,

o uso dos cartões físicos.

Entretanto, para o gerente de produtos da Visa, Alessandro Rabello, ainda falta muito para isso substituir os cartões, pois não são todos que podem mudar para a nova tecnologia “Sabemos em que país moramos e que não é todo mundo que pode ter um dispositivo móvel que suporte a tecnologia, mas o cartão físico atinge qualquer pessoa”.

A procura pelo serviço ainda é baixa

Apesar dos benefícios do uso dessa nova ferramenta, muitos usuários não sabem da nova funcionalidade ou preferem não utilizar.

Testes foram feitos aqui no Brasil para tentar implantar o uso do pagamento por aproximação no transporte público, e os resultados não foram muito felizes.

Os testes foram feitos em Porto Alegre, em estações de trem bastante movimentadas. A ideia era de que usuários pudessem pagar a passagem apenas aproximando o celular do leitor. Para fazer isso, a pessoa apenas tinha que ter um cartão que permitisse a aproximação.

Porém, segundo o gerente de planejamento da operação de transportes da EPCT (Empresa Pública de Transporte e Circulação), o serviço foi muito pouco procurado pelos usuários. De acordo com ele “Mesmo em linhas movimentadas como a do T11, utilizada por estudantes da PUC, poucos usavam o pagamento por aproximação do cartão ou celular. Portanto, a expectativa é de que a tecnologia possa voltar a ser testada futuramente”.

A ideia foi deixada de lado, mas ela ainda pode retornar aos testes no futuro.

Cerca de 80% das maquininhas de cartão de crédito são habilitadas para realizar transação por aproximação, porém muitos usuários não fazem uso disso.

Comerciantes afirmam que o pagamento por meio da aproximação é bem mais prático para os vendedores, além  de que os usuários não têm a necessidade de sair de casa portando carteira com dinheiro e documentos. Basta levar o celular e fazer a aproximação da maquininha que a conta será paga.

Os gerentes de lojas afirmam que o principal motivo pelo qual as pessoas usam pouco este recurso é por falta de informação “Acredito que a pessoas que não sabem que seus cartões de crédito já têm a possibilidade de serem utilizados sem a inserção na máquina”, afirmou um gerente.