Investimentos de curto prazo: Top 4

Um investidor com perfil conservador busca investimentos de curto prazo em renda fixa. Ainda bem, que atualmente o mercado financeiro conta com diversas opções vantajosas que rendem mais que a poupança. Entretanto, apesar de parecer simples, um investimento de curto prazo demanda, sim, de organização e planejamento. Sendo assim, igualmente os de longo prazo.

Por exemplo, é preciso que o investidor tenha um bom domínio das suas finanças. Ou seja, saiba bem quais são suas despesas e o quanto de dinheiro pode investir. Outra questão, é sobre o significado de “curto prazo”, uma vez que os investimentos desse período possuem uma disponibilidade do recurso de forma imediata. Caso você precise deste dinheiro para outras necessidades. Assim, confira abaixo os top 4 investimentos de curto prazo.

Investimentos de Curto Prazo
Apesar de parecer simples, um investimento de curto prazo demanda organização e planejamento.

Investimentos de curto prazo

1. Os CDB:

Os Certificados de Depósitos Bancários ou CDBs são uma ótima opção de investimentos de curto prazo. São seguros e, quando comparados com a poupança, rendem mais. Assim como as LCI, os CDBs são garantidos pelo FGC para investimentos de até R$ 250 mil. Neste tipo de investimento, é interessante que você escolha títulos que paguem o total do Certificado de Depósito Interbancário, ou CDI.

Entretanto, isso não é algo fácil de achar, já que, não é algo comum, bancos pagarem o total antes de 3 anos de aplicação. Bancos médios, pequenos e médios também oferecem a proteção do FGC, iguais grandes instituições. Além disso, escolha sempre CDBs com liquidez diária ou que possuam pouca carência.

2. LCI

A Letra de Crédito Imobiliário ou LCI é um investimento de curto prazo que é convertido em créditos para o financiamento de imóveis. Assim, são créditos que são sempre oferecidos por instituições financeiras. E, ainda, este investimento é isento do pagamento de imposto de renda. Ele se trata de um investimento de curto prazo bastante seguro. Já que também tem a garantia do FGC (Fundo Garantidor de Crédito) em casos de eventuais perdas.

ANÚNCIO

Dessa forma, títulos de LCI possuem uma liquidez que variam de 3 a 24 meses. Apesar de ser uma ótima alternativa em curto prazo, eles tendem a render melhor quando possuem pouca liquidez, ou seja, possuem um prazo maior. Por isso, algumas LCIs podem apresentar uma liquidez maior e não imediata, deste modo, fique atento.

3. Fundos de renda fixa atrelados ao CDI

Pertencendo ao grupo de investimentos de curto prazo pós-fixados, ou seja, esses fundos que variam conforme o CDI e com a taxa Selic. Neste caso, o mais importante é a taxa de administração. Uma vez que este não deve ser maior que 1% ao ano. Ou seja, ultrapassando essa condição, ele não se torna uma opção de investimento rentável.

Também a remuneração deve ser sempre maior que o total do CDI. Porque além de investimentos de CDB e LCI, é possível encontrar também títulos de LCA, ligados ao financiamento do ramo do agronegócio. Todos estes investimentos de curto prazo usam o CDI como referência para a rentabilidade. Bem como os títulos do tesouro direto e as debêntures.

Entretanto, vale ressaltar que todo investidor deve prestar atenção ao tamanho da carência desses tipos de investimentos. Pois, quanto menor a liquidez, maiores são as taxas de retorno garantem que os mesmos valem a pena em curto prazo. Por isso investidor, é preciso se atentar a esses detalhes.

4. Tesouro Selic

Quem nunca ouviu falar do Tesouro LFT, um dos investimentos de curto prazo mais famosos. Uma vez que, este é mais um título com sua remuneração ligada diretamente à taxa Selic e possui uma boa remuneração. Assim, o Tesouro Selic nada mais que é um título oferecido pelo governo para quitar suas despesas.

O tesouro também entra na categoria de investimento pós-fixado, onde seu rendimento pode ser diário. Entretanto, o imposto de renda é cobrado em títulos do Tesouro Direto e ainda, é preciso pagar uma taxa de 0,3% ao ano. Apesar disso, esses investimentos de curto prazo valem muito a pena se comparado à poupança, por exemplo. Principalmente, se sua intenção for investir mais de R$ 50 mil e resgatar esse dinheiro após seis meses.

Os 4 Investimentos de curto prazo

Assim, esses são os quatro principais investimentos de curto prazos perfeitos e seguros para um investidor com perfil mais conservador. Leia um análise feita pelo Banco do Brasil. Com isso, basta você realizar uma pesquisa e assim escolher os investimentos que mais lhe agradam e que serão mais rentáveis para o valor que você deseja investir.

ANÚNCIO