Família real da Suécia atingida com surto de COVID-19

O coronavírus atingiu a família real da Suécia.

Família real da Suécia atingida com surto de COVID-19
Foto: (reprodução/internet)

Família real sueca atingida por Covid

O príncipe Carl Philip e sua esposa, a princesa Sofia, começaram a apresentar sintomas semelhantes aos da gripe na quarta-feira e depois testaram positivo para o vírus, confirmou o palácio real em um comunicado na quinta-feira.

Veja também: O Exército de Israel se prepara para o caso de Trump queira atacar o Irã

“O príncipe e a princesa apresentam sintomas de gripe mais leves, mas se sentem bem nessas circunstâncias. Imediatamente após a doença, o Príncipe e a Princesa foram colocados em quarentena em casa com seus filhos”, diz o comunicado.

A família mora em Estocolmo, relatou o The Guardian.

O rei e a rainha da Suécia, junto com a princesa Victoria e seu marido, o príncipe Daniel, farão exames na quinta-feira como medida de precaução, disse o palácio.

Fique por dentro: O CDC avisa que oito infecções COVID-19 são perdidas para cada uma contada

Na semana passada, a família real estava junta durante um funeral para o irmão da rainha, mas todos aparentemente testaram negativo para o teste antes do evento, relatou o veículo, citando o tablóide local Aftonbladet.

Em comparação com seus vizinhos nórdicos, a Suécia adotou a abordagem de imunidade coletiva no início da pandemia e optou por não fazer restrições estreitas, o que criou uma das taxas de mortalidade mais altas da região.

Leia também: Nevada agora tem um caso de COVID-19 por minuto, uma morte a cada duas horas

Na quinta-feira, a Suécia viu um total de 236.355 casos de COVID-19 e 6.622 mortes, de acordo com os dados da John Hopkins.

No início deste mês, as hospitalizações aumentaram 60% no país devido a uma segunda onda do vírus.

Traduzido e adaptado por equipe Folha BR
Fonte: New York Post