Facebook lança criptomoeda própria : A “libra”

O Facebook lança criptomoeda, mas você sabe o que é isso? De uma maneira fácil de entender a criptomoeda é um meio de troca que utiliza tecnologia blockchain (tecnologia das criptomoedas) assegurando a validade de transações. O Facebook, querendo inovar, entrou no mercado das moedas digitais e lançou oficialmente em junho de 2019 sua própria criptomoeda, “a Libra”. Vários parceiros farão parte do projeto como Mastercard, Paypal, Uber e Spotify.

ANÚNCIO

Segundo o Facebook, sua moeda será governada pela Associação Libra, com sede em Genebra, uma organização sem fins lucrativos. Além disso, o Facebook vai criar uma subsidiaria que lançará sua digital wallet (carteira digital), estocando Libras para pagamentos e transferências. Quem acompanhará esse serviço é uma empresa chamada Calibra. Segundo o Facebook, sua criptomoeda Libra estará disponível a partir de 2020. Inclusive em seus serviços do Messenger e WhatsApp, mas ainda não há detalhes sobre quais países vão aceitar esse sistema.

Facebook lança criptomoeda
A Libra entra no mercado com maiores possibilidades de aceitação que o Bitcoin.

A criptomoeda do Facebook “Libra”, é igual ao Bitcoin?

Vamos analisar a Bitcoin para entender as diferenças de cada uma. Assim como a Libra, a Bitcoin também é uma criptomoeda digital, que pode ser usada somente na internet. A diferença está aqui, pois a Bitcoin não tem parceria com bancos ou terceiros, como o Paypal, por exemplo. Inicialmente a finalidade da Bitcoin era ser uma facilidade na internet, mas hoje é aplicada como investimento.

A Libra entra no mercado com maiores possibilidades de aceitação, pois tem o apoio de companhias do setor financeiro e tecnológico. Analistas do setor acreditam que a moeda tem potencial para alcançar um número bem maior de pessoas em relação as Bitcoin. Quem comandará a Libra é o vice-presidente do Facebook David Marcus. Ele acredita que a Libra trará benefícios e facilidades para as pessoas através de pagamentos digitais.

Como poderei usar a Libra?

A Libra poderá ser comprada com dinheiro tradicional e guardada na carteira digital da Calibra. Então seu dinheiro será composto por títulos do governo, dando instabilidade para o investimento. Os juros serão pagos aos membros da Associação. Assim você poderá gastar suas libras na internet, podendo até, segundo dados do Facebook converter novamente suas moedas em dinheiro tradicional. É um projeto que possui a ambição de se tornar uma moeda Global.

Qual será o valor da Libra?

Ao que parece, a intenção do Facebook é fazer da criptomoeda Libra um dinheiro estável e seguro. Além disso, que qualquer pessoa tenha acesso. Para essa possibilidade o valor da Libra será atrelado a uma cesta de depósitos e títulos do governo, além de moedas como o dólar, libra esterlina, o euro, o franco suíço e o iene. Mantendo esses ativos, o valor de uma Libra seria consistente, compensando assim flutuações de valores.

Entretanto muitos ainda possuem dúvidas em relação a administração das criptomoedas Libras pelo Facebook. Isso devido há alguns problemas do passado, relacionados a dados de usuários. Contudo o Facebook garante não usará esses dados das transações para beneficio próprio.

Facebook lança criptomoeda e Zuck se defende

Em sua defesa Mark Zuckerberg disse ainda em sua página que “usar esse tipo de dinheiro terá um impacto positivo na vida das pessoas, pois é inseguro transportar dinheiro tradicional”. E completa: “haverá uma equipe de especialistas impedindo que as pessoas sejam enganadas por fraudes”.

O Facebook lançou ainda um vídeo promocional sobre sua moeda Libra. No vídeo podemos ver que a intenção da moeda digital é unir todas as pessoas globalmente no mercado financeiro. Ele demonstra a facilidade e simplicidade de investir seu dinheiro de forma segura, dando oportunidade para qualquer pessoa. Agora que você conhece a criptomoeda do Facebook, você pode assistir o vídeo aqui.