Faça um detox financeiro e mude de hábitos

O Detox é um hábito muito comum entre os brasileiros, geralmente é utilizado para limpar o organismo e garantir uma melhor qualidade de saúde. Mas, não existe somente o detox feito de sucos, é possível se desintoxicar financeiramente. Se você nunca ouviu falar de Detox Financeiro, aproveite para entender um pouco mais sobre algumas mudanças a serem feitas nos seus hábitos para economizar dinheiro. 

ANÚNCIO

Há mais de 2.400 anos, Aristóteles já dizia: “A virtude está no hábito”. Contudo, ao longo desses anos, esse ditado não parece ter sido entendido. Quer dizer, parece que nem todos aprendemos a lição. Mas afinal, quem está com as finanças 100% equilibradas? Grande parte da população brasileira não tem, mas seus problemas serão solucionados com as dicas que separamos para você neste artigo. 

detox

Você tem noção de que seus hábitos podem ser os grandes causadores de dívidas e falta de dinheiro? Mas, não se acanhe! Saiba que com uma disciplina e alguns passos a serem realizados, você pode sair dessa situação. 

Os primeiros passos a tomar para desintoxicar suas finanças

Um dos primeiros passos é registrar seus gastos em uma planilha, o segundo é tentar enquadrar o seu orçamento em uma regra dos 50/15/35. Talvez, você deva estar se questionando o que seria essa regrinha, vamos lhe explicar. Neste caso você deve destinar 50% de toda a sua renda aos gastos essenciais, como moradia, alimentação e contas. Os 15% deve ser para poupar ou investir, e por último os 35% que restam serão para estilos de vida, diversão e lazer. 

Se você fez algumas contas e o resultado não foi muito bom, talvez seja porque o seu orçamento não se adequa ao seu padrão de vida. Está na hora de mudar, entenda alguns dos passos que listamos para você melhorar os seus hábitos de vida e começar a economizar o seu dinheiro e manter um equilíbrio nas suas contas. 

Detox Financeiro – 5 hábitos que vão te ajudar a economizar

1 – Alimentação

Um dos maiores vilões que levam o nosso dinheiro são os lanches e almoços nos dias de trabalho. Se você mora em alguma cidade grande, provavelmente você gaste cerca de R$ 15 à R$ 20 por dia. E ainda tem aquelas lanchonetes que ficam próximos ao local de trabalho e que levam você a gastar ainda mais entre um lanchinho e outro.

Ao multiplicar por 22 dias úteis, você verá o quanto esse gasto pode resultar em quase 50% do seu salário. Então ao invés de comprar comida, opte por levar a famosa marmita e economize nesses lanches

2 – Diversão

Se você curte conhecer novos lugares, assistir a um filme ou peça de teatro, você pode consultar alguns sites que oferecem cupons de desconto antes de comprar o ingresso. Sites como: Cuponeria, Groupon ou Peixe Urbano, oferecem diversos vouchers promocionais que você além de economizar pode garantir a diversão. 

3 – Transporte

Os aplicativos de mobilidade estão aí para auxiliar no transporte de muitas pessoas, porém nem sempre é válido pedir um “Uber” quando se pode pegar um ônibus que o custo é muito menor. Vamos combinar, que nem sempre comprar um carro e colocar gasolina pode ser uma economia, nesses casos deixar o carro em casa pode ser a melhor opção. 

Sem contar que um carro, não é só encher o tanque de gasolina. Principalmente, quando o carro é parcelado, e ainda existem outros boletos ao ano como: IPVA, seguro, manutenção e vários outros gastos. Atualmente o governo disponibilizou para a população bicicletas comunitárias e patinetes, nesses casos você paga uma taxa por mês ou por cada uso e economiza o seu dinheiro e ainda faz um exercício. Mas se o seu local de trabalho é um pouco mais distante da sua residência, o transporte público é a melhor opção. 

4 – Compras

A grande maioria dos consumidores brasileiros, em uma pesquisa feita pelo SPC (Serviço de Proteção ao Crédito) informa que 37% dos entrevistados realizaram compras, mais pelo impulso, do que pela necessidade. Isso é um caso sério, pois, levam os consumidores a consumir em excesso e acabam tornando-se futuros negativados. 

Uma dica, é além de pesquisar o preço, investigar a qualidade do produto. Verifique em quais lojas você pode encontrar o mesmo produto, e se não há possibilidade de encontrar em um valor mais em conta. Existem sites e apps, como: Buscapé e Zoom, que fazem esse comparativo e ainda podem lhe mandar lembretes destes produtos quando eles estiverem com preços mais em conta. 

5 – Viagens 

Podemos dizer que viajar não é um gasto, mas, sim um investimento. E conhecer novos lugares nunca é demais, pois nos faz adquirir conhecimento, cultura e nos proporciona fazer novos amigos. Mas, se você pretende fazer uma viagem, procure tudo com antecedência. Se planeje quanto a isso, procure passagens pelo menos com 6 meses antes, visite agências de turismo, procure por hostels ao invés de hotéis e se programe. Assim, você conseguirá economizar e evitar gastos desnecessários.