Disney vai demitir 32.000 trabalhadores, principalmente de parques temáticos

Tudo para ser o lugar mais feliz da terra.

Disney vai demitir 32.000 trabalhadores, principalmente de parques temáticos
Foto: (reprodução/internet)

A Walt Disney Company vai demitir cerca de 32.000 trabalhadores, a maioria de seus parques temáticos, enquanto a gigante do entretenimento continua a lutar contra a falta de clientes em meio à pandemia COVID-19.

A demissão de 32 mil trabalhadores

Em setembro, a empresa anunciou que demitiria 28.000 pessoas – mas esse número saltou para 4.000 a mais, na quarta-feira.

Veja também: Homem em Ohio se equipa com soco inglês após se recusar a usar máscara no Walmart

Os cortes devem ocorrer no primeiro semestre de 2021, de acordo com um documento da Securities and Exchange Commission.

Trabalhadores da Disneylândia no sul da Califórnia estão sendo dispensados ​​devido à incerteza sobre quando o estado permitirá que os parques sejam abertos em meio a novos bloqueios e um aumento de casos de coronavírus na área, anunciou a empresa no início deste mês.

O parque temático da Flórida reabriu no início deste ano – com distanciamento social estrito, testes e requisitos de máscara – e não viu nenhum grande surto.

Leia também: Barack Obama critica os eleitores hispânicos por apoiarem Trump

Na França, a Disneyland Paris foi forçada a fechar pela segunda vez no final de outubro, quando o país fechou muitos negócios para evitar uma segunda onda crescente de casos.

Na Ásia, os parques temáticos em Xangai, Hong Kong e Tóquio estão abertos para negócios.

Traduzido e adaptado por equipe Folha BR
Fonte: New York Post