Saiba algumas dicas para se proteger e evitar ter um cartão de crédito clonado

A cada 17 segundos ocorre uma tentativa de fraude de cartão de crédito no Brasil.

ANÚNCIO

Fazer compras usando o cartão de crédito, seja online ou fisicamente, se tornou muito mais prático no dia a dia de todas as pessoas. Mas ainda há um grande número de fraudes que poderiam ser evitadas, para impedir que problemas assim ocorram.

Saiba algumas dicas para se proteger e evitar ter um cartão de crédito clonado
Foto: (reprodução/internet)

Apesar das compras realizadas com o cartão de crédito ser, relativamente, segura hackers e pessoas de má índole sempre encontram uma oportunidade de aplicar golpes e fraudes.

Segundo dados do Serasa (Centralização de Serviços dos Bancos) a cada 17 segundos ocorre uma tentativa de fraude de cartão de crédito no Brasil, sendo isso um problema grave.

As compras online ainda são as líderes  no quesito de fraude de cartão de crédito e isso ocorre porque a maioria das pessoas não checam as informações de segurança dos sites onde compram.

Como evitar ter um cartão clonado

Segundo o especialista em segurança do cartão, Edson Ortega, os golpes podem ocorrer nos mais diversos locais e situações, mas os golpistas procuram sempre vulnerabilidades mais fáceis “Eles (os golpes) sempre vão acontecer na forma que for mais simples e mais vulnerável, e geralmente eles tentam acessar através dessas formas: e-mails falsos, promoções, campanhas”

Confira algumas dicas para evitar ter maiores problemas com cartão de crédito clonado:

  • Procure sites confiáveis quando realizar uma compra online: todos os sites confiáveis possuem um selo de “verificado”. Jamais realize compra se o site não possuir este selo.
  • Compras onlines não requerem senha: caso for realizar uma compra e o site pedir os dados do seu cartão, fique alerta. Compras onlines não necessitam de senha.
  • Cuidado com o email: muitas das fraudes ocorrem porque as pessoas não possuem uma senha boa no email e acabam sendo vítimas de ciber hackers. Um acesso ao email pode ser o suficiente para clonar um cartão.
  • Promoções e campanhas suspeitas: mantenha a atenção redobrada ao se deparar com anúncio de promoções muito falaciosas, pois isso pode ser uma forma de aplicar golpe.
  • Ative o alerta sobre novas compras realizadas no cartão de crédito pelo aplicativo do banco: ao fazer isso, qualquer nova movimentação realizada no cartão será informada, e assim, quando houver uma movimentação suspeita o usuário poderá pedir o bloqueio do cartão imediatamente.
  • Guarde notas fiscais e peça a segunda via: isto é importante, pois uma vez que ocorra a falha, o usuário terá provas concretas do uso do cartão.
  • Monitore a fatura do cartão: outra forma de antecipar o golpe é estando atento quanto ao limite do cartão e o que está sendo gasto.
  • Não aceite ajuda de estranhos ao utilizar um caixa eletrônico: parece clichê, mas é uma informação importante.
  • Comunique o banco se o cartão ficar preso ao caixa eletrônico: pode ser uma forma de clonar o cartão.
  • Cuidado com ligações que pedem dados do cartão: muitos golpistas usam dessa farsa para conseguir dados confidenciais.
  • Jogue fora cartões “vencidos”: cartões fora da validade precisam ser devidamente descartados, de forma que ele se torne inutilizável.

Seguindo estas dicas seu cartão estará, ao menos um pouco, mais protegido.