Conheça 5 passos para começar a investir

Quando organizamos as nossas fianças, aumentamos as chances de não termos imprevistos financeiros e ainda conseguimos realizar nossos sonhos. Alguns projetos como a compra de um carro melhor, a reforma da casa, viagens diversas ou até mesmo manter um bom padrão de vida durante aposentadoria, só são possíveis através de um bom planejamento financeiro.

Boa parte dos brasileiros não têm o hábito de se planejar financeiramente para o futuro. Geralmente quem age dessa forma são pessoas que tem uma visão mais imediatista em relação as coisas. Pensam “ainda que inconscientemente” que não vale a pena pensar em algo que não me trará um benefício imediato.

investir
Fonte: Imagem Internet

Existem alguns motivos pelos quais as pessoas não investem o seu dinheiro e um deles é a questão da rotina corrida que levamos e daí não sobra “tempo” para pensar nessa questão. Outro fator seria a questão da zona de conforto. Não é fácil modificar toda uma estrutura para podermos iniciar no mundo da economia. Se identificou com alguns desses motivos?

Conheça agora, 5 passos para conseguir começar a investir e poder realizar os seus sonhos e projetos e ainda garantir o seu futuro. 

Poupe para ter capital para os investimentos

“A riqueza é consequência de trabalho e poupança” (Benjamin Franklin)

ANÚNCIO

O hábito de poupar se dá através de um processo. Muitas pessoas cometem o erro de achar que precisam poupar muito dinheiro para conseguir desenvolver uma economia de sucesso e isso não é uma verdade. O segredo é começar pelo o que você pode. É claro que um pouco de esforço, economia e saber abrir mão de algumas coisas fazem parte desse processo.

A poupança é também, um primeiro passo para conseguir investir, afinal de contas é impossível investir sem dinheiro, certo? O planejamento também é uma palavra chave para quem deseja assumir esse estilo de vida. A constância também é importante para se obter sucesso nesse processo. 

Entenda o seu estilo de investimento

Existem diversos tipos de investimentos, uns mais simples e outros mais complexos. É preciso que você entenda quais são as opções e saiba escolher a que melhor se encaixa no seu perfil. Para escolher um tipo de investimento que se alinhe com os seus objetivos, é importante levar em consideração alguns pontos.

  1. Saiba qual o tipo de aplicação, determinando o valor que deseja arrecadar, o tempo em que o dinheiro ficará investido e analise de forma criteriosa quais são os riscos.
  2. Escolha o melhor tipo que pode ser: renda fixa, ações, cambial, multimercado, dentre outros. 
  3. Observe as taxas existentes em cada opção

Estude sobre o tema

“O sucesso é a soma de pequenos esforços repetidos dia após dia” (Robert Collier)

É importante que se estude todas as possibilidades antes de começar a investir, afinal de contas muitos investimentos podem gerar a perda de dinheiro. Saiba exatamente em qual território você está “pisando” para evitar surpresas desagradáveis no futuro. Lembre-se que o planejamento é um aspecto extremamente importante para quem deseja investir. 

Escolha  uma boa corretora

“Não faça escolhas sem ponderação, pois alguns caminhos não levar a lugar nenhum” (autor desconhecido)

Atualmente existem diversas corretoras atuando no mercado. Cada uma delas possui uma maneira de trabalhar. Então a grande dica aqui, é que você possa escolher a empresa que mais se encaixa no seu perfil e que você consiga desenvolver um melhor relacionamento. Elencamos também aqui, algumas outras dicas para auxiliar você nesse processo.

  1. Procure evitar as corretoras ligadas a bancos, elas tendem a não oferecer boas opções de investimento.
  2. Compare os custos de operação de cada uma
  3. Verifique os tipos de serviços oferecidos e analise se eles se encaixam dentro das suas perspectivas
  4. Saiba como funciona o atendimento ao cliente, afinal de contas no mundo dos investimentos um bom relacionamento é fundamental

Diversifique e monitore os seus investimentos

Não adianta investir somente uma vez e parar. Assim como não manter o hábito de monitorar os seus investimentos não é algo bom. O principal motivo aqui é que existem algumas opções que oscilam demais. Então o investidor precisa estar atento constantemente, procurando variar os investimentos e buscando a constância para que os ganhos são sejam maiores.

ANÚNCIO