A Pfizer conclui a revisão de segurança para a vacina COVID-19 e solicitará a aprovação do FDA

ANÚNCIO

A Pfizer concluiu uma revisão de segurança de sua vacina COVID-19 e agora solicitará a aprovação de emergência do FDA, disse o CEO da farmacêutica na terça-feira.

A Pfizer conclui a revisão de segurança para a vacina COVID-19 e solicitará a aprovação do FDA
Foto: (reprodução/internet)

Conclusão da revisão e aprovação do FDA

“Nosso marco de segurança já foi alcançado, e estamos nos preparando agora para as inscrições”, disse o executivo da empresa Albert Bourla, de acordo com a CNN.

ANÚNCIO

“Acho que as perguntas sobre a segurança em geral também foram respondidas.”

A Pfizer anunciou na semana passada que sua vacina parece ser mais de 90 por cento eficaz com base em um teste em estágio final e que a empresa estava prestes a coletar dados de segurança suficientes para buscar uma aprovação rápida do governo federal.

Dados suficientes já foram coletados para seguir em frente, disse Bourla.

ANÚNCIO

O governo Trump prometeu agir o mais rápido possível na aprovação de vacinas contra o coronavírus, incluindo a Pfizer e outra desenvolvida pela Moderna, que parece ter uma taxa de eficácia de quase 95 por cento e pode ser submetida à revisão pela Food and Drug Administration dos EUA até dezembro.

O comitê consultivo da FDA sobre aprovações de vacinas deve se reunir por três dias em três semanas – nos dias 8, 9 e 10 de dezembro – para avaliar se aprova as imunizações, disse uma fonte à CNN na terça-feira.

A agência poderia então decidir já no final do dia 10 de dezembro se os aprovaria, disse a fonte.

As autoridades americanas disseram que esperam ter milhões de doses prontas para, pelo menos, distribuição limitada aos primeiros respondentes e populações vulneráveis ​​até o final do ano.

A ampla distribuição está sendo planejada para a primavera.

Traduzido e adaptado por equipe Folha BR
Fonte: New York Post

ANÚNCIO